Depoimento – Fabiano Assanuma (JICA – Ensino da Língua Japonesa como Língua de Herança)

Depoimento – Fabiano Assanuma (JICA – Ensino da Língua Japonesa como Língua de Herança)

Meu nome é Fabiano Shimada Assanuma e sou professor de japonês em Registro/SP há 2 anos. Participei do programa de Ensino de Língua Japonesa como Língua de Herança (Formação de Professores 1) da JICA entre Dez/2018 e Fev/2019.

Desde que me tornei professor de japonês, ir ao Japão era uma das minhas metas. Por isso me senti realizado quando a JICA me concedeu essa oportunidade!

 

O conteúdo do programa

Durante o programa, aprendemos vários métodos de ensino da língua japonesa que vão além da simples explicação de um conteúdo. Aprendemos a importancia dos gestos e do visual na hora de apresentar um conteúdo novo, facilitando a assimilação dos alunos. Tivemos aulas de desenho e música, para expandir nossas habilidades como professores. Experimentamos técnicas para atrair a curiosidade dos alunos, ao invés de chamar a atenção deles. E também, as diferenças entre ensinar crianças e adultos.

Além da parte didática, tivemos a oportunidade de vivenciar e aprender mais sobre a cultura japonesa. Aulas de origami e caligrafia testaram a minha capacidade com trabalhos manuais (ou seja, quase nenhuma!). Também aprendemos sobre as tradições japonesas como a cerimonia do chá, os belos kimonos e até experimentamos fazer doces japoneses (wagashi)!

Essa parte da cultura japonesa foi sem dúvida a mais divertida do programa. Visitamos locais históricos em Tokyo, Kyoto, Kobe e Nara que até então só conhecia pela internet. Por mais que já tivesse lido sobre os locais, ver os maravilhosos templos e museus japoneses ao vivo foi uma experiencia única!

E um ponto importante da JICA é a sua relação com a sociedade nikkei ao redor do mundo. Por isso, aprendemos sobre a identidade nikkei, a situação atual das comunidades nikkei e suas origens. Confesso que até então nunca me interessei sobre esse assunto, mas ao encontrar os registros dos navios em que meus avós e bisavós partiram para o Brasil, percebi a importancia de resgatar as origens dos nossos antepassados.

 

Sobre a JICA

Como dá para notar, o conteúdo do programa é enorme considerando o período dele. Ainda assim, o programa é muito bem organizado nos mínimos detalhes. Essa organização dos japoneses pode ser vista em toda parte e foi algo que me impressionou muito nesses 2 meses.

E o programa todo é desenvolvido de forma que sua única preocupação seja estudar. Alimentação, estadia, transporte, limpeza e até mesmo os gastos do dia-a-dia são por conta da JICA.

  

Agradecimentos

Para finalizar, quero agradecer imensamente a JICA por essa oportunidade. Gostaria de agradecer também aos meus companheiros do curso, professores e coordenadores, com quem pude compartilhar essa maravilhosa experiencia. E também a CBLJ, Grupo Seinansei e Bunkyo de Registro pelo apoio que me deram desde o início como professor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *